Construtoras promovem festival de imóveis na Baixada Fluminense

A segunda edição do Festival de Imóveis Baixada será realizada a partir do dia 7 de julho, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Serão ofertadas mais de 2 mil unidades, entre apartamentos, casas e terrenos residenciais, com condições especiais de pagamento e entrada facilitada para quem quer realizar o sonho da casa própria. Continuar lendo Construtoras promovem festival de imóveis na Baixada Fluminense

Imóveis tomados pela Caixa por inadimplência sobem 53% em 1 ano

O atraso no pagamento das prestações tem feito muitos mutuários perderem seus imóveis. Na Caixa Econômica Federal, que controla cerca de 70% do crédito imobiliário do país, o número de compradores que perderam o imóvel saltou 53% no ano passado. Continuar lendo Imóveis tomados pela Caixa por inadimplência sobem 53% em 1 ano

Construtora beneficia clientes e efetua pagamento do ITBI e taxas de cartório

Para planejar a compra de um imóvel, é preciso ter atenção a diversos fatores. O valor que o comprador deverá pagar, por exemplo, não é apenas o preço do imóvel em si: é preciso levar em consideração as taxas para documentação e tributações exigidas no processo de compra. Esses custos totalizam cerca de 5% do valor do imóvel. Assim, se alguém planeja comprar um apartamento de R$ 500 mil, por exemplo, deve ter guardado cerca de R$ 25 mil a mais para garantir que conseguirá pagar todas as taxas confortavelmente e receber as chaves do local. Continuar lendo Construtora beneficia clientes e efetua pagamento do ITBI e taxas de cartório

Empreiteiras alegam atrasos em obras da Seduc, que monta estratégia de pagamentos

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) começou a pagar nesta quarta-feira (30) as empresas com obras de construção ou reforma de unidades escolares contratadas pelo governo de Mato Grosso. As construtoras aguardavam desde o início deste mês o pagamento das notas de novembro de 2015, cuja emissão havia sido autorizada pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz). Uma parte dos construtores recebeu valores integrais e a outra parte valores parciais. O restante dos valores deverá ser pago em janeiro de 2016. Continuar lendo Empreiteiras alegam atrasos em obras da Seduc, que monta estratégia de pagamentos

Construtora aceita imóvel usado como parte de pagamento

Ainda dá tempo de aproveitar seu imóvel usado como parte do pagamento na compra de uma unidade do Residencial Vista da Fonte, em Santa Cecília, Vitória. A M Santos Construtora e Incorporadora prolongou sua campanha promocional de vendas. Continuar lendo Construtora aceita imóvel usado como parte de pagamento

Petrobras pode ter que pagar multa de 1,44 mil milhões de euros nos EUA

A Petrobras pode ter que pagar multa recorde de pelo menos 1,6 mil milhões de dólares (1,44 mil milhões de euros) aplicados por autoridades norte-americanas por causa do seu alegado envolvimento num esquema de corrupção, diz a Reuters que cita uma fonte com conhecimento direto do assunto. O processo pode demorar dois a três anos, disse a mesma fonte. Continuar lendo Petrobras pode ter que pagar multa de 1,44 mil milhões de euros nos EUA

55,7% das construtoras do Minha Casa, Minha Vida declaram atraso no pagamento

De 667 empresas consultadas em junho pela Fundação Getulio Vargas (FGV), 55,7% apontaram atrasos de pelo menos 60 dias nos fluxos de pagamento relacionados ao programa habitacional Minha Casa, Minha Vida. Além disso, 24,9% afirmam realizar obras no âmbito do programa, ante percentual de 29% verificado em dezembro de 2014. Continuar lendo 55,7% das construtoras do Minha Casa, Minha Vida declaram atraso no pagamento

Construtora cobra pagamento e obra de hotel de luxo é ameaçada

Uma audiência marcada para o dia 21 de julho, às 14h, na 5ª Vara Cível de Cuiabá, pode resultar na suspensão das obras do Maluí Manso Hotel Iate Golfe & Resort, um empreendimento de R$ 63 milhões que está sendo construído às margens do Lago de Manso (100 km ao Norte de Cuiabá), no Município de Chapada dos Guimarães. Continuar lendo Construtora cobra pagamento e obra de hotel de luxo é ameaçada

Construtora Odebrecht tem nota rebaixada em dia de dança das cadeiras

São Paulo – Na corporação Odebrecht, nem sempre deixar uma diretoria, sem ter rumo certo a seguir, significa um desligamento na prática. Executivos mais próximos da família podem até entregar um cargo no alto escalão sem assumir oficialmente outro na sequência, mas permanecem na folha de pagamento e no dia a dia dos negócios. Na avaliação de quem conhece o grupo por dentro, esse tipo de excepcionalidade aplica-se ao executivo Alexandrino Alencar. Continuar lendo Construtora Odebrecht tem nota rebaixada em dia de dança das cadeiras