JBS, Petrobras e bancos disparam mais de 10% na semana; construtora salta 8% antes de prévia do 2° tri

SÃO PAULO – O Ibovespa reduziu o movimento de alta nesta tarde, mas ainda fechou com ganhos de 0,29%, a 65.366 pontos, sustentado pela valorização das ações das commodities e bancos. Com o noticiário mais positivo para o governo, o índice conseguiu emplacar alta de 4,88% nesta semana, na melhor desde abril de 2016 (quando subiu 5,84%), com apenas 4 das 58 ações figurando no campo negativo. Já do lado das maiores altas, apareceram os papéis da JBS, Petrobras, Banco do Brasil e Bradesco. Continuar lendo JBS, Petrobras e bancos disparam mais de 10% na semana; construtora salta 8% antes de prévia do 2° tri

Lula recebeu muitos favores de construtoras, diz procurador

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva recebeu “muitos favores” de grandes construtoras acusadas de corrupção na Petrobras, disse nesta sexta-feira a jornalistas o procurador responsável pela investigação. Continuar lendo Lula recebeu muitos favores de construtoras, diz procurador

Petrobras pode ter que pagar multa de 1,44 mil milhões de euros nos EUA

A Petrobras pode ter que pagar multa recorde de pelo menos 1,6 mil milhões de dólares (1,44 mil milhões de euros) aplicados por autoridades norte-americanas por causa do seu alegado envolvimento num esquema de corrupção, diz a Reuters que cita uma fonte com conhecimento direto do assunto. O processo pode demorar dois a três anos, disse a mesma fonte. Continuar lendo Petrobras pode ter que pagar multa de 1,44 mil milhões de euros nos EUA

Ibovespa fecha em queda de 1,13% e acumula maior série de perdas desde 2014

SÃO PAULO – A Bovespa fechou com o seu principal índice em queda pelo sexto pregão consecutivo nesta sexta-feira, a maior série de perdas desde setembro de 2014, refletindo a apreensão de investidores com as mudanças no plano fiscal e com a queda dos papéis da Petrobras e da Vale reforçando o viés negativo. Continuar lendo Ibovespa fecha em queda de 1,13% e acumula maior série de perdas desde 2014

Construtora Camargo Corrêa doou R$ 3 milhões ao Instituto Lula

A construtora Camargo Corrêa pagou R$ 3 milhões para o Instituto Lula e R$ 1,5 milhão para a LILS Palestras Eventos e Publicidade, empresa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre 2011 e 2013. Continuar lendo Construtora Camargo Corrêa doou R$ 3 milhões ao Instituto Lula

Guerra do asfalto agrava crise das construtoras

Dias antes de o ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, haver admitido em público que as obras de sua pasta podem parar e que o atraso do governo nos pagamentos é insuportável para as médias e pequenas construtoras, sua equipe havia sido informada de uma manifestação do Tribunal de Contas da União (TCU) que ameaça tornar a situação das empresas ainda mais grave. O TCU questiona a decisão do governo de repassar rapidamente, aos contratos de obras rodoviárias em andamento, o aumento de 35% no preço do asfalto. Continuar lendo Guerra do asfalto agrava crise das construtoras

Executivo da Camargo Corrêa confirma cartel de construtoras na Petrobras em CPI

Em depoimento à CPI da Petrobras, o ex-vice-presidente da Camargo Corrêa, Eduardo Hermelino Leite, confirmou na manhã desta terça-feira (26) que havia encontros entre as empreiteiras e o cartel lhe foi revelado por Dalton Avancini, ex-diretor-presidente da empresa. Continuar lendo Executivo da Camargo Corrêa confirma cartel de construtoras na Petrobras em CPI

Construtoras doaram R$ 78 milhões a PT e PSDB

Empreiteiras que integram o “clube do bilhão”, grupo de empresas investigadas por formação de cartel e corrupção na Petrobras, doaram em 2014, ano de eleições gerais e no qual o caso de corrupção foi descoberto, um total de 78 milhões de reais ao PT e ao PSDB. Continuar lendo Construtoras doaram R$ 78 milhões a PT e PSDB

MPF bloqueia R$ 544 milhões de construtoras investigadas na Lava jato

Nesta quinta feira dia 14 o Ministério Público Federal determinou o bloqueio de R$ 544 milhões das empreiteiras Camargo Corrêa (R$ 242 milhões) e Galvão Engenharia (R$ 302 milhões). As empresas estão envolvidas no caso Lava Jato da Petrobras.

No dia 24 de abril a Justiça Federal já havia feito um pedido de bloqueio de mais de R$ 153 milhões da construtora Engevix, segundo o G1. Somando todas as quantias já são cerca de R$ 697 milhões bloqueados dessas construtoras, o dinheiro deve ser usado para restituir parte dos R$ 6,194 bilhões desviados da Petrobras em propina. Continuar lendo MPF bloqueia R$ 544 milhões de construtoras investigadas na Lava jato